Processo de Avaliação pelos Pares

1. Recebimento do artigo

1.1. Uma vez que o autor envie o artigo para a revista, uma mensagem de confirmação será enviada para ele da recepção do mesmo.

2. Revisão preliminar do artigo (desk review)

2.1. O Editor-Chefe fará a revisão preliminar do artigo apresentado (desk review), de modo a verificar se ele atende aos padrões éticos acadêmicos e editoriais a que se vinculam a RDFG, e os requisitos mínimos da revista (artigo por pesquisas acadêmicas, referências, extensão, palavras-chave, resumo, entre outros).

2.2. Para esta tarefa, o Editor-Chefe pode solicitar a colaboração dos membros do Conselho Editorial e confiar no trabalho dos Assistentes Editoriais da revista.

3. Etapas da revisão preliminar do artigo

3.1. A revisão preliminar do artigo submetido consiste em até cinco etapas:

(i) Análise por programas de computador e outras técnicas e meios para detectar casos de plágio.

(ii) Verificação do cumprimento dos requisitos mínimos exigidos pela revista, que incluem aspectos de substância e forma.

(iii) Emissão de Relatório de Observações Preliminares, se for necessário.

(iv) Elaboração de Recurso pelo Autor, em face das Observações Preliminares realizada pelo Editor-Chefe, e seu encaminhamento à revista.

(v) Análise do Recurso e comunicação do Autor sobre a decisão Editorial.

4. Análise por programas informatizados e outras técnicas e meios de detecção de defeitos de autoria, incluindo casos de plágio.

4.1. A análise por programas informatizados e outras técnicas e meios de detecção de defeitos de autoria, incluindo casos de plágio, visa estabelecer:

(i) O nível de originalidade formal do artigo, evidenciado pelo número e importância das citações das fontes consultadas, que não deve exceder 25% do total do artigo.

(ii) A citação correta das fontes consultadas e a ausência de defeitos de autoria, incluindo casos de plágio.

5. Verificação do cumprimento dos requisitos mínimos

5.1. Requisitos substanciais do artigo:

(i) A relevância temática do artigo em relação ao conteúdo da revista em qualquer de suas seções.

(ii) O artigo deve ser o resultado de uma investigação acadêmica e ser inédito.

(iii) O artigo deve ter referências bibliográficas adequadas.

5.2. Requisitos formais do artigo:

(i) Ter uma extensão entre 7.000 palavras e 15.000 palavras.

(ii) Indique a afiliação institucional do autor.

(iii) Ter um título, resumo e palavras-chave e, em geral, aderir às diretrizes editoriais indicadas no site da revista. Tanto o título do artigo como o resumo e as palavras-chave devem estar em português e inglês.

(iv) Adotar no artigo o método de citar fontes consultadas estabelecido no site da revista.

6. Emissão de relatório com observações preliminares

6.1. Se for constatado quaisquer irregularidades que possam constituir violação das normas de ética acadêmica e editoriais, será emitido um relatório de observações preliminares que será enviado ao autor para que forneça as explicações ou formule defesa no prazo estabelecido no item 7.

Caso o Autor mantenha-se inerte ou se as explicações fornecidas não forem suficientes, o artigo será rejeitado.

6.2. Se durante a revisão preliminar do artigo for observado que não é inédito ou que não tem originalidade formal, será encaminhado relatório ao autor para que forneça explicações ou formule defesa no prazo estabelecido no item 7. Caso o Autor mantenha-se inerte ou se as explicações fornecidas não forem suficientes, o artigo será rejeitado.

6.3. Se for observado durante o processo de revisão preliminar que o artigo não cumpre com vários requisitos formais (item 5.2), será encaminhado relatório ao autor para que corrija as observações no prazo estabelecido no item 7. Caso verifique que o prazo é curto para realizar as modificações requeridas, o Autor poderá requerer a sua prorrogação via e-mail. Caso o Autor mantenha-se inerte, o artigo será rejeitado.

7. Absolvição de observações preliminares

7.1. O autor terá 10 (dez) dias para apresentar explicações ou defesa em face do Relatório de Observações Preliminares, que deverá ser enviado em um documento separado para o endereço de e-mail da revista.

8. Revisão das explicações e/ou defesa em face do Relatório de observações preliminares e decisão editorial comunicada ao autor

8.1. No caso de envio de explicações e/ou defesa em face do Relatório de Observações Preliminares relacionado às premissas contempladas nas seções 6.1. e 6.2, o Editor-Chefe examinará se as referidas explicações e/ou defesa são satisfatórias.

8.2. Em caso afirmativo, o Editor-Chefe determinará que o procedimento de avaliação do artigo apresentado continue por meio da correspondente análise de seu conteúdo e mérito acadêmico.

8.3. Se não, o Editor-Chefe informará o autor da decisão de rejeitar seu artigo.

9. Revisão por pares acadêmicos (sistema double blind peer review)

9.1. Concluído satisfatoriamente a etapa de revisão preliminar do artigo submetido, será dado início ao processo de revisão por pares acadêmicos, sob o sistema Double blind peer review.

9.2. Os avaliadores da revista (professores portadores do título de Doutor ou Doutorandos), especialistas na temática do artigo e que não fazem parte de qualquer órgão da revista, deverão emitir um parecer contendo uma avaliação crítica e analítica do artigo em questão, a fim de colaborar com o Editor-Chefe na adoção da decisão sobre se o artigo atende aos padrões de qualidade acadêmica necessários para sua publicação.

9.3. O processo de revisão por pares consiste em até sete etapas:

(i) Identificação de Avaliadores.

(ii) Nomeação de Avaliadores.

(iii) Avaliação.

(iv) Emissão do Relatório de Revisão por Pares.

(v) Levantamento de observações.

(vi) Nova consulta com revisores.

(vii) Emissão do Segundo Relatório de Revisão por Pares.

9.4. Para qualquer tarefa cuja natureza o permitir, o Editor-Chefe pode solicitar a colaboração dos membros do Conselho Editorial e confiar no trabalho dos assistentes editoriais da revista.

10. Identificação de Avaliadores

10.1. O Editor-Chefe identificará Avaliadores adequados para avaliar o artigo admitido à revisão por pares, no prazo máximo de 7 (sete) dias.

10.2. Cada artigo deve ser avaliado por dois avaliadores.

10.3. Os critérios para identificar avaliadores são os seguintes:

(i) grau acadêmico

Os revisores serão escolhidos, preferencialmente, dentre aqueles cadastrados no banco de dados da revista e portadores do título de Doutor ou Doutorandos. Eventualmente, caso o autor do artigo seja portador do título de Mestre, o revisor escolhido poderá ser Doutorando.

(ii) afinidade temática

Serão escolhidos avaliadores que tenham feito publicações acadêmicas sobre tópico ou área similar ou relacionada ao artigo a ser examinado, em periódicos indexados com alto fator de impacto.

Se for um artigo relacionado a duas áreas acadêmicas, será selecionado um avaliador de cada uma dessas áreas acadêmicas.

(iii) Ausência de vínculo

O Avaliador não deve ter vínculos profissionais ou pessoais com o autor. Nem deve integrar qualquer corpo da revista.

11. Nomeação de Avaliadores

11.1. Identificado o avaliador, o Editor-Chefe, dentro de um período máximo de 3 (três) dias, enviará o convite correspondente, indicando o título do artigo, o resumo e o prazo para avaliação do artigo.

11.2. O convite será acompanhado de link para o Avaliador aceitar ou declinar da oferta de avaliação do artigo.

11.3. Se o Avaliador aceitar o convite, o sistema OJS da RDFG lhe dará acesso ao artigo e ao relatório de avaliação aprovado pela revista, cujos itens a serem avaliados serão: (i) originalidade, (ii) a metodologia, (iii) a apresentação, estilo, escrita, (iv) estrutura e qualidade do artigo (análise do título, resumo, introdução, corpo do texto, conclusões e referências bibliográficas).

11.4. O Editor-Chefe suprimirá qualquer identificador de autoria gerado automaticamente pelos processadores de texto computadorizados com os quais o artigo foi escrito para garantir a avaliação às cegas.

12. Avaliação

12.1. Uma vez que o Avaliador designado receba o artigo, ele deve conduzir a revisão com rigor acadêmico e prontidão. Da mesma forma, você deve manter a confidencialidade sobre o artigo e o processo editorial.

12.2. Se o Avaliador designado observar que tem um conflito de interesses, ou que devido a alguma circunstância deve abster-se de realizar a revisão, deve informar imediatamente o Editor-Chefe.

12.3. Se o Avaliador designado notar que não possui competência ou especialidade acadêmica para avaliar o artigo, ele deve informar imediatamente o Editor-Chefe.

12.4. O prazo máximo para emissão do parecer é de 20 (vinte) dias. Em razão de determinadas circunstâncias, o Editor-Chefe pode solicitar que o Avaliador se pronuncie em um período de tempo mais curto.

13. Resultados possíveis do processo de revisão por pares

13.1. O Avaliador emitirá parecer sobre o artigo, cujos possíveis resultados são os seguintes:

(i)  Aceitar

Artigo aceito para publicação, sem a necessidade de correções. No entanto, caso ache pertinente, o Avaliador pode fazer algumas sugestões, cabendo ao Autor acatá-las, ou não, de forma livre.

(ii)  Correções Obrigatórias

Esta qualificação justifica-se quanto o artigo possui tema e desenvolvimento relevante, que o tornam apto a ser publicado, mas possui pequenas carências passíveis de correção. Nesse caso, o Avaliador deve indicar os aspectos substanciais e informais do artigo que necessitam de correção ou aprimoramento.

(iii) Rejeitar

Esta qualificação justifica-se quando o artigo carece de mérito acadêmico ou apresenta deficiências de tal natureza ou relevância que exijam um repensar radical e uma mudança completa da redação do texto.

Esta qualificação também se justifica se durante a revisão por pares se descobriu que o autor cometeu plágio ou outros vícios de autoria séria.

13.2. O Avaliador deve justificar brevemente sua opinião, detalhando as observações que ele formula e baseando-as na análise correspondente. Consequentemente, a opinião não deve conter julgamentos puramente subjetivos.

14. Resolução de conflitos entre opiniões

14.1. Se as opiniões dos Avaliadores divergirem-se, de forma que um Avaliador recomende a publicação do artigo e o outro a rejeite, o Editor-Chefe encaminhará o artigo para um terceiro Avaliador para emitir parecer sobre o mérito acadêmico do artigo.

15. Emissão do Relatório de Revisão por Pares

15.1. Ao receber os dois pareceres exigidos, ou a opinião do terceiro Avaliador, quando for necessário, o Editor-Chefe decidirá pela publicação, solicitação de correção ou rejeição do artigo.

15.2. Em todos os casos, cabe ao Editor-Chefe, após a emissão de parecer pelos Avaliadores, a decisão final pela publicação, solicitação de correção ou a rejeição do artigo submetido à RDFG. Além disso, o Editor-Chefe tomará cuidado para não revelar a identidade dos revisores.

15.3. O prazo máximo para a comunicação ao Autor é de 3 (três) dias após o recebimento da última opinião requerida.

16. Solicitação de correção

16.1. Uma vez que o Relatório de Revisão por Pares tenha sido recebido pelo Autor, este terá o prazo de 20 (vinte) dias para fazer as mudanças necessárias. Caso haja a necessidade de tempo superior, o Autor deverá comunicar à RDFG o tempo necessário que entende ser necessário para realizar as correções necessárias.

16.2. O Autor enviará à revista, através do portal OJS da RDFG, nova versão do artigo com as modificações solicitadas pelos Avaliadores.

16.3. Se o Autor discordar de qualquer observação e desejar entrar em um diálogo acadêmico com um dos revisores, o Editor-Chefe atuará como intermediário, garantindo sempre a confidencialidade dos participantes. Em caso de desacordo intransponível, o Editor-Chefe adotará a decisão final levando em consideração os argumentos apresentados.

16.5. Ultrapassado o prazo mencionado no item 16.1, entender-se-á que o autor desistiu de prosseguir com a publicação do artigo e este será rejeitado.

17. Publicação

17.1. Após o envio da versão atualizado do artigo, com as modificações requeridas pelos avaliadores, o artigo será publicado pela RDFG, dentro do prazo máximo de 7 (sete) dias.

 

Peer Review Process 

1. Receipt of the item 

1.1. Once the author sends the article to the journal, a confirmation message will be sent to him from the receipt of the journal.

2. Preliminary review of the article (desk review)

2.1. The Editor-in-Chief will make the preliminary review of the article presented (desk review), in order to verify whether it meets the academic and editorial ethical standards to which the RDFG are linked, and the minimum requirements of the journal (article by academic research, references, extension, keywords, abstract, among others).

2.2. For this task, the Editor-in-Chief may request the collaboration of the members of the Editorial Board and rely on the work of the Editorial Assistants of the journal.

3. Steps of the preliminary review of the article

3.1. The preliminary revision of the submitted article consists of up to five steps:

(i) Analysis by computer programs and other techniques and means to detect cases of plagiarism.

(ii) Verification of compliance with the minimum requirements required by the journal, which include substance and form aspects.

(iii) Issuance of Preliminary Observations Report, if necessary.

(iv) Preparation of appeal by the Author, in view of the Preliminary Observations made by the Editor-in-Chief, and his referral to the journal.

(v) Analysis of the Appeal and communication of the Author on the Editorial Decision.

4. Analysis by computerized programs and other techniques and means of detecting authorship defects, including cases of plagiarism.

4.1. Analysis by computerised programs and other techniques and means of detecting authorship defects, including cases of plagiarism, is intended to establish:

(i) The level of formal originality of the article, evidenced by the number and importance of citations from the sources consulted, which should not exceed 25% of the total article.

(ii) The correct citation of the sources consulted and the absence of authorship defects, including cases of plagiarism.

5. Verification of compliance with minimum requirements

5.1. Substantial requirements of the article:

(i) The thematic relevance of the article in relation to the content of the journal in any of its sections.

(ii) The article should be the result of an academic investigation and be unpublished.

(iii) The article must have appropriate bibliographic references.

5.2. Formal requirements of the article:

(i) Have an extension between 7,000 words and 15,000 words.

(ii) Indicate the author's institutional affiliation.

(iii) Have a title, abstract and keywords and, in general, adhere to the editorial guidelines indicated on the journal's website. Both the title of the article, the abstract and keywords must be in Portuguese and English.

(iv) Adopt in the article the method of quoting consulted sources established on the journal's website.

6. Issuing a report with preliminary observations

6.1. If any irregularities are found that may constitute a violation of the standards of academic and editorial ethics, a preliminary observations report will be issued that will be sent to the author to provide the explanations or form defense within the period set forth in item 7.
If the Author remains inert or if the explanations provided are not sufficient, the article will be rejected.

6.2. If during the preliminary review of the article it is observed that it is not unpublished or that it has no formal originality, a report will be forwarded to the author to provide explanations or form a defense within the period set forth in item 7. If the Author remains inert or if the explanations provided are not sufficient, the article will be rejected.

6.3. If it is observed during the preliminary review process that the article does not comply with several formal requirements (item 5.2), a report will be forwarded to the author to correct the observations within the time limit set forth in item 7. If you find that the deadline is short to make the required modifications, the Author may request your extension via e-mail. If the Author remains inert, the article will be rejected.

7. Acquittal of preliminary observations

7.1. The author will have ten (10) days to present explanations or defense in the face of the Preliminary Observations Report, which must be sent in a separate document to the journal's email address.

8. Review of explanations and/or defense in view of the Preliminary Observations Report and editorial decision communicated to the author

8.1. In the case of sending explanations and/or defense in the face of the Preliminary Observations Report related to the premises contemplated in sections 6.1. and 6.2, the Editor-in-Chief shall examine whether such explanations and/or defence are satisfactory.

8.2. If so, the Editor-in-Chief shall determine that the evaluation procedure of the submitted article continues through the corresponding analysis of its content and academic merit.

8.3. If not, the Editor-in-Chief shall inform the author of the decision to reject his article.

9. Double blind peer review

9.1. Satisfactorily completed the preliminary review stage of the submitted article, the academic peer review process will begin under the Double blind peer review system.

9.2. The evaluators of the journal (professors with the title of Doctor or Doctoral Students), specialists in the subject of the article and who are not part of any body of the journal, should issue an opinion containing a critical and analytical evaluation of the article in question, in order to collaborate with the Editor-in-Chief in the adoption of the decision on whether the article meets the academic quality standards necessary for its publication.

9.3. The peer review process consists of up to seven steps:

(i) Identification of Evaluators.

(ii) Appointment of Evaluators.

(iii) Evaluation.

(iv) Issuance of the Peer Review Report.

(v) Survey of observations.

(vi) New consultation with reviewers.

(vii) Issuance of the Second Peer Review Report.

9.4. For any task whose nature permits, the Editor-in-Chief may request the collaboration of the members of the Editorial Board and rely on the work of the editorial assistants of the journal.

10. Identification of Evaluators

10.1. The Editor-in-Chief shall identify appropriate Evaluators to evaluate the article admitted to peer review within a maximum of seven (7) days.

10.2. Each article must be evaluated by two evaluators.

10.3. The criteria for identifying evaluators are as follows:

(i) academic degree

The reviewers will preferably be chosen from those registered in the journal database and holders of the title of Doctor or Doctoral Students. Eventually, if the author of the article holds the title of Master, the chosen reviewer may be a PhD student.

(ii) thematic affinity

Evaluators who have made academic publications on topic or similar area or related to the article to be examined will be chosen in indexed journals with a high impact factor.
If it is an article related to two academic areas, an evaluator from each of these academic areas will be selected.

(iii) Lack of bond

The Evaluator should not have professional or personal ties with the author. Nor should it integrate any body of the magazine.

11. Appointment of Evaluators

11.1. Identified the evaluator, the Editor-in-Chief, within a maximum period of 3 (three) days, will send the corresponding invitation, indicating the title of the article, the abstract and the deadline for evaluation of the article.

11.2. The invitation will be accompanied by a link for the Evaluator to accept or decline the offer of evaluation of the article.

11.3. If the Evaluator accepts the invitation, the RDFG OJS system will give him access to the article and evaluation report approved by the journal, whose items to be evaluated will be: (i) originality, (ii) the methodology, (iii) the presentation, style, writing, (iv) structure and quality of the article (analysis of the title, abstract, introduction, body of the text, conclusions and bibliographic references).

11.4. The Editor-in-Chief shall delete any authorship identifier automatically generated by the computerized word processors with which the article was written to ensure blind evaluation.

12. Evaluation

12.1. Once the designated Evaluator receives the article, he shall conduct the review with academic rigour and readiness. Similarly, you must maintain confidentiality about the article and the editorial process.

12.2. If the designated Evaluator observes that he has a conflict of interest, or that due to any circumstances he/she must refrain from carrying out the review, he/she shall immediately inform the Editor-in-Chief.

12.3. If the designated Evaluator notes that he does not have the competence or academic expertise to evaluate the article, he/she must immediately inform the Editor-in-Chief.

12.4. The maximum period for issuing the opinion is 20 (twenty) days. Due to certain circumstances, the Editor-in-Chief may request that the Evaluator speak in a shorter period of time.

13. Possible results of the peer review process

13.1. The Evaluator shall issue an opinion on the article, the results of which are as follows:

(i) Accept

Article accepted for publication, without the need for corrections. However, if he thinks it is relevant, the Evaluator can make some suggestions, and it is up to the Author to accept them, or not, freely.

(ii) Mandatory Corrections

This qualification is justified when the article has relevant theme and development, which make it able to be published, but has small needs that can be fixed. In this case, the Evaluator should indicate the substantial and informal aspects of the article that require correction or improvement.

(iii) Reject

This qualification is justified when the article lacks academic merit or has deficiencies of such a nature or relevance that require a radical rethink and a complete change in the writing of the text.
This qualification is also justified if during peer review it was found that the author committed plagiarism or other vices of serious authorship.

13.2. The Evaluator shall briefly justify his opinion by detailing the observations he makes and basing them on the corresponding analysis. Consequently, opinion should not contain purely subjective judgments.

14. Resolving conflicts between opinions

14.1. If the evaluators' opinions differ, so that one Evaluator recommends the publication of the article and the other rejects it, the Editor-in-Chief will forward the article to a third Evaluator to issue an opinion on the academic merit of the article.

15. Issue of the Peer Review Report

15.1. Upon receiving the two required opinions, or the opinion of the third Evaluator, when necessary, the Editor-in-Chief shall decide on the publication, request for correction or rejection of the article.

15.2. In all cases, it is up to the Editor-in-Chief, after the issuance of an opinion by the Evaluators, the final decision for the publication, request for correction or rejection of the article submitted to the RDFG. In addition, the Editor-in-Chief will take care not to reveal the identity of the reviewers.

15.3. The maximum period for communication to the Author is 3 (three) days after the receipt of the last requested opinion.

16. Correction request

16.1. Once the Peer Review Report has been received by the Author, the Author will have a period of twenty (20) days to make the necessary changes. If there is a need for longer time, the Author must communicate to RDFG the necessary time that he/she considers necessary to make the necessary corrections.

16.2. The Author will send to the journal, through the RDFG OJS portal, a new version of the article with the modifications requested by the Evaluators.

16.3. If the Author disagrees with any observation and wishes to enter into an academic dialogue with one of the reviewers, the Editor-in-Chief will act as an intermediary, always ensuring the confidentiality of the participants. In the event of insurmountable disagreement, the Editor-in-Chief shall adopt the final decision taking into account the arguments put forward.

16.5. After the period mentioned in item 16.1, it will be understood that the author has given up proceeding with the publication of the article and it will be rejected.

17. Publication

17.1. After sending the updated version of the article, with the modifications required by the evaluators, the article will be published by RDFG, within a maximum period of 7 (seven) days.